Inteligência emocional para lidar com pressão no trabalho



Para falarmos de pressão no trabalho precisamos lembrar de algumas coisinhas.

Primeiro, o objetivo da empresa é conquistar lucro, goste você ou não dessa mentalidade. Segundo, você está numa relação de troca comercial, a empresa te oferece um pagamento mediante a determinados resultados.


Assim começa a pressão, ela vem de diversas formas, em vários momentos e de diferentes pessoas, mas sempre o resultado final desejado é o seu bom desempenho segundo a empresa entende que ele deve ser. Claro que existe formas adequadas e inadequadas de pressionar, mas sempre é uma cobrança, uma demanda.


Tendo em vista esse cenário, entendemos que sempre haverá algum tipo de pressão, vamos focar na pressão adequada - aquela que é baseada em fatos, sem cunho pessoal, não discriminatória ou que não provoque problemas de saúde intencionalmente.


Essa é a demanda da empresa sobre as suas competências e habilidades pelas quais você conseguiu o trabalho e ela é completamente justificável.

Existem fatores externos e internos que provocam incomodo com a pressão:


Fatores internos:

• Desequilíbrio emocional

• Crenças e filtros

• Despreparo

• Dificuldade de relacionamento e comunicação


Fatores externos:

• Gestão inadequada

• Políticas da empresa

• Crises e mudanças

• Dificuldades estruturais


As externas não podemos mudar - pelo menos não diretamente. Mas as internas são responsabilidade nossa, nós podemos interferir para melhorar nosso desempenho e ainda ter qualidade de vida.


Mas como não pirar o cabeção quando somos pressionados?


1 - Reconheça quais são os gatilhos que provocam desconforto com a pressão, pode ser uma pessoa específica, pode ser uma situação específica, pode ser algum estilo de comunicação, pode ser algum medo, alguma crença limitante a respeito de si. É importante saber como o desconforto começa.


2 - Tente entender as demandas e a pressão como algo que faz parte do jogo de trabalhar. Não é algo pessoal, não quer dizer que você não é competente e muito menos que você está sendo perseguido (a).


3 - Aprenda a gerenciar as emoções. A pressão no trabalho pode trazer medo e raiva, principalmente. Essas emoções vão fazer com que você tenha comportamentos improdutivos como: reagir agressivamente, criar um bloqueio com o trabalho/pessoa/tarefa, não conseguir se concentrar no que precisa ser feito, interpretações erradas da situação e por ai vai.


4 - Seja vulnerável se for preciso: admita que existem incapacidades e que você precisa desenvolver, seja sempre transparente e informa que eventualmente vai precisar de mais tempo, que está buscando se aprimorar, etc..


5- E por fim, mantenha sempre um bom relacionamento com sua liderança e pares, pratique sua comunicação assertiva e não violenta para evitar mais conflitos e mal-entendidos.


Quer desenvolver isso? Vai na Bio e dá uma olhada no meu Programa de Gestão Emocional. Eu vou te ajudar com isso. ;)


#inteligênciaemocional

#gestãodecarreira

#pressãonotrabalho

#comolidar

#comofazer

#coachingdecarreira

0 visualização
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

© 2015 by Nanda Ricci.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now